Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



PARA TE AMAR, POEMA...

Segunda-feira, 24.12.12

- Nenhuma montanha

será demasiado alta

para te amar, poema,

para te amar, tão só…

 

e decido-me a deixá-lo tombar…

 

Na queda se confundem

flor e pássaro,

tempo e modo,

metáfora e urgência real de não chegar ao fim

 

Porém,

tudo não dura mais do que a palavra

que,

num súbito recuo,

decido não deixar cair…

 

Salvo “in extremis”,

no segundo imediatamente anterior

ao impacto derradeiro,

devolvo-o às asas a que sempre pertenceu

e enfrento,

mais só do que nunca

porque consciente e lúcida,

o maior de todos os riscos

no suave declive das banalidades…

 

É tempo de dormir.

Amanhã será um novo dia

para te amar, poema, para te amar, tão só…



 

 

Maria João Brito de Sousa – Poema manuscrito a 24.12.2012 – 02.00h

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Maria João Brito de Sousa às 14:20


26 comentários

De jabeiteslp a 24.12.2012 às 15:34

E amanhã será mesmo outro dia
dos tantos por vir...Feliz Natal

De Maria João Brito de Sousa a 24.12.2012 às 21:28

Feliz noite de Natal, Anjo!

O maior dos meus abraços, para ti

De jabeiteslp a 25.12.2012 às 09:13


um belo dia pra todos
e em espacial pra ti um dia agradável
que o solito espreita-nos

De Maria João Brito de Sousa a 25.12.2012 às 12:02

Espreita-nos um belo solzinho, apesar do fri-i-i-i-o-zinho, Anjo
(isto sou eu a tiritar, eheheh...)

Que tenhas o teu belo dia muito branquinho da neve que tanto desejei que viesse enfeitar o teu Natal , Anjo

De jabeiteslp a 25.12.2012 às 12:41


é um dia como os outros
prá pequenada
é que é diferente

um belo dia pra ti

De Maria João Brito de Sousa a 25.12.2012 às 15:26

Para a pequenada é sempre um dia mágico!

De jabeiteslp a 25.12.2012 às 18:25


feliz noite e um sono reparador também

De jabeiteslp a 26.12.2012 às 14:13

e seguindo o acontecimento
cá do dito prédio
andam comadres e compadres
anafados
de arrelias e desagrados...

chatices...hé hé hé mal cheirosas...


mas deixo uma flor pra dar outro ambiente ao comentário...


feliz tarde MJ

De Maria João Brito de Sousa a 26.12.2012 às 14:58

Bem... isso é que é pior... o resto apanha-se e lava-se, mas as zangas... enfim...
Mas ficou bem bonito, o ambiente, com a florzinha azul

De jabeiteslp a 26.12.2012 às 20:31


é isto a minha Covilhã
sempre mais azul a cada manhã...

e a cada bater do coração...


feliz noite pra ti





De Maria João Brito de Sousa a 27.12.2012 às 14:05

E bem linda, Anjo!

Um feliz dia para ti!

De jabeiteslp a 27.12.2012 às 14:13

também uma tarde encantada pra ti

De Maria João Brito de Sousa a 27.12.2012 às 14:17

Hoje dava-me jeito que esta estúpida dor de cabeça fosse passear... para onde ela quiser, desde que não vá aborrecer mais ninguém... se bem que há uns certos senhores das altas negociatas que bem ma poderiam "comprar", eheheh...

De jabeiteslp a 27.12.2012 às 16:28


e a bom Preço...

feliz tarde Mj

De Maria João Brito de Sousa a 27.12.2012 às 16:49

Ai... a esta, até a punha em saldo...
E o pior é que as outras dorezinhas do costume também estão meias "assanhadas"...

Feliz tarde, Anjo!

De sofiazinha a 01.02.2013 às 13:59

Nunca é tarde para amar,nunca é tarde para sermos felizes,portanto vida perfeita para ti e toda a tua familia,beijinhos carinhosos.

De Maria João Brito de Sousa a 01.02.2013 às 15:39

Claro, Sofiazinha! Todo e cada poema é, em si mesmo, um acto de amor... atenção! Mesmo os que pareçam ser gritos de desamor, são verdadeiros actos de amor, amiga... nenhum poeta "a sério" escreve para si mesmo, muito embora escreva aquilo que sente ou ficciona...
a poesia é parte do património cultural de um país... e olha que é uma parte bem importante, no que a Portugal diz respeito!

Abraço grande!

De sofiazinha a 01.02.2013 às 15:55

pois pois amiga só é pena que eu não saiba escrever poesia,não tenho jeitinho nenhum.

De Maria João Brito de Sousa a 01.02.2013 às 16:49

Então? Cada um tem as suas aptidões e vocações, Sofiazinha... mas acredita que uma obra da dimensão da que eu por aqui vou deixando, implica uma dedicação de corpo e alma à poesia... claro que também é um facto que estou limitada do ponto de vista físico - tenho doença crónica degenerativa - e preciso de cada vez mais tempo para produzir qualquer coisa... até nas coisitas básicas do dia a dia isso se reflecte... e de que maneira!
Eu sempre imaginei a blogosfera como um imenso livro em branco, prontinho para ser escrito, neste caso, por mim, eheheh... Portugal tem muito bons poetas, sabes? Os portugueses estão entre os melhores poetas do mundo inteiro! É co um certo orgulhozinho que o posso afirmar...

De sofiazinha a 01.02.2013 às 16:54

sim portugal deve estar rodeado de bons poetas sim senhora. oh oh não sabia da tua doença,sendo assim acho bem que ocupes o teu tempo a escrever poemas e bastante que eu adoro poemas. beijinhos e tenta ver a vida com um sorriso mesmo que as vezes se torne um pouco impossivel. quanto ao facto de não visitares os blogues de todos os amigos e amigas nem sempre temos tempo mas quando o arranjamos damos um bom passeio,eheheh,fica bem.

De Maria João Brito de Sousa a 01.02.2013 às 17:06

Portugal tem mesmo muito bons poetas!

Não preciso de tentar ver a vida com um sorriso, Sofiazinha... isso eu sei há muitos anos e sem "tentar"... é uma coisa natural no ser humano. O que eu preciso é de tentar ajudar a criar as condições para que mais gente possa sorrir, neste país... isso dá muito, muito trabalho, mas compensa sempre! Mas, como te disse, estou limitada... só o posso fazer através da minha poesia e da partilha de ideias, informações, documentos e textos, no Facebook... por isso fico com os dias tão preenchidos que mal tenho tempo para cuidar dos meus animais... e tenho cinco, todos muito velhotinhos!

De sofiazinha a 01.02.2013 às 17:28

posso saber que animais tens???????? é que eu sou encantada por animais,já tive mais de dez gatos em casa mas apenas que o meu namorado me ofereceu um cachorrinho cuja mãe dele já morreu todos os gatos que eu tinha fugiram com medo do meu cãozinho. agora o meu cão tem quatro aninhos e eu dou-lhe imenso carinho,faço-lhe muitas festinhas.

De Maria João Brito de Sousa a 01.02.2013 às 18:40

Podes pois!

Tenho o Kico, um cãozinho muito, muito velhinho e muito cardíaco que se está a aguentar que nem um valente, dois gatos com 18 anos e meio, o Sigmund e o Garfield - também já cheguei a ter catorze, mas já morreram muitos... - e duas pombas que apanhei na rua e perderam a capacidade de voar. A Pitinha e a Sra. Capitão.

Os animais "grandes idosos", como estes, têm as suas capacidades um tanto ou quanto diminuídas... mas são grandes, grandes amigos!

De sofiazinha a 01.02.2013 às 18:44

que maravilha ter os animais como amigos,o meu cão também é um grande amigo para mim,pode não saber falar mas ele compreende aquilo que eu digo e aquilo que eu sinto. quero dizer-te que tens uns animais com uns nomes super lindos. beijinhos e fica bem,já és uma grande amiga!!

De Maria João Brito de Sousa a 01.02.2013 às 19:34

Fica também tu bem, Sofiazinha. Uma feliz noite para ti!

Comentar post








comentários recentes